quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Escolhas...

Quando a gente é criança... tudo é tão simples, não é???

As escolhas, por exemplo:
Escolher a cor de uma roupa...
Escolher se prefere passar as férias com a avó, ou ir pra praia com os pais...
escolher entre um picolé de uva... ou um de limão (eram os meus favoritos)...
escolher entre assistir TV ou brincar de boneca...

Coisas que pareciam tão "complicadas"... mas que hj, depois de um pouquinho mais velhos, percebemos que são simplórias, qd comparadas às escolhas que temos que fazer depois de adultos....

Até terminar o Ensino médio minhas escolhas dependiam muito "do que os meus pais iriam achar"...
a coisa complicou quando eu tive que tomar decisões sozinha... 
quando eu tive que escolher entre duas coisas que eu queria muito... (no meu caso, tive que escolher entre a Faculdade e um trabalho estável)...

Sinceramente, apesar de todas as "maravilhas" que a vida adulta nos oferece... às vezes eu queria voltar a ser aquela criança, que dependia totalmente da decisão dos pais (e o que o meu pai decidia era lei!)...

Não sei se tenho optado pelo "correto"... mas tem sido difícil...
meus pensamentos e meus atos tem se distanciado cada vez mais daquilo que eu julgava "corretíssimo"... mas tenho optado pelo meu coração!
Durante algum tempo na minha vida deixei que a razão me dominasse... deu tudo errado!
Hj, tenho deixado minhas emoções, meus desejos, meu instinto... falar mais alto!

Não sei se estou certa... 
Não sei qual será o resultado das minhas escolhas...
mas, vou caminhando...
um dia descobrirei a resposta... (assim eu espero)!



2 comentários:

meus instantes e momentos disse...

não se importe muito com as respostas, as perguntas sim
são importantes. Pergunte, procure,sempre mais .
Para a vida só temos uma resposta, e que ela demore muito a chegar.
Maurizio

Keli Grazieli disse...

só me basta entender...
e fazer as perguntas certas.... que nem sempre serão as mais "corretas"!...